05 7 / 2014

me-deseja said: adoreiii tudo aqui.. Acho q temos gostos parecidos.. Prazer em conhecer, meu nome é Vitória

Prazer é meu Vic, o meu é Fernando :D

12 6 / 2014

11 6 / 2014

10 6 / 2014

07 5 / 2014

… forever.

… forever.

15 4 / 2014

12 4 / 2014

06 4 / 2014

26 3 / 2014

22 3 / 2014

Como definir ‘Frozen’?
Hmm … Digamos que vai além de chamar alguém pra brincar na neve e fazer um boneco de neve. É algo mágico, que só acontece uma vez na eternidade. Vai além de um conto de fadas, onde rainha e princesa são irmãs, e que príncipe não precisa ser encantado; basta ser um entregador de gelo. O amor abre portas para um mundo novo, onde estar livre é mais do que uma condição, é um estado de espírito. Ah, e claro, as renas podem ser melhores do que pessoas! Mostra que um ato de amor verdadeiro nem sempre é um beijo, mas pode ser capaz de descongelar um coração congelado, da mesma forma que um boneco de neve feliz pode sim se bronzear no verão! E quem disse que não? Mas é claro: às vezes o medo e a insegurança nos remetem ao isolamento, e não dá para ouvir alguém ou abrir uma porta. Mas o que importa é que, no final das contas, tudo pode ser reparado com um toque de amor.

Como definir ‘Frozen’?

Hmm … Digamos que vai além de chamar alguém pra brincar na neve e fazer um boneco de neve. É algo mágico, que só acontece uma vez na eternidade. Vai além de um conto de fadas, onde rainha e princesa são irmãs, e que príncipe não precisa ser encantado; basta ser um entregador de gelo. O amor abre portas para um mundo novo, onde estar livre é mais do que uma condição, é um estado de espírito. Ah, e claro, as renas podem ser melhores do que pessoas! Mostra que um ato de amor verdadeiro nem sempre é um beijo, mas pode ser capaz de descongelar um coração congelado, da mesma forma que um boneco de neve feliz pode sim se bronzear no verão! E quem disse que não? Mas é claro: às vezes o medo e a insegurança nos remetem ao isolamento, e não dá para ouvir alguém ou abrir uma porta. Mas o que importa é que, no final das contas, tudo pode ser reparado com um toque de amor.

16 3 / 2014

O frio não vai mesmo me incomodar ♪

O frio não vai mesmo me incomodar ♪

16 3 / 2014

11 3 / 2014

Valentine’s Day 2015

Valentine’s Day 2015

01 2 / 2014

Ontem a TV brasileira se emocionou com o final da novela global “Amor à Vida”: além do desfecho final incrível dos personagens, o momento mais aguardado era, de fato, o primeiro beijo entre homens a ser exibido em um canal aberto. Claro, muitos duvidaram que este momento chegaria, mas chegou: a cena foi recebida com lágrimas, aplausos e muito sentimento por todos os telespectadores (claro, teve aqueles ‘conservadores’ que não gostaram).
Para a comunidade LGBT brasileira, é um marco na luta em busca de valorização, respeito e solidariedade, e isso foi demonstrado e selado com um beijo. Sim, um simples e singelo BEIJO, quem é a demonstração mais pura e sincera de amor e carinho que pode haver entre duas pessoas.
Demorou? Demorou, mas este foi apenas o pontapé inicial que mostra que o AMOR (principalmente nesta novela quem tem amor até nome) é capaz de chegar e de ser sentido por qualquer ser humano, seja ele autista, soropositivo, muçulmano (e qualquer outra nacionalidade/religião), obesos, inférteis (pessoas que não podem gerar filhos), idosos, idades e classes sociais diferentes e, claro, gays.

Ontem a TV brasileira se emocionou com o final da novela global “Amor à Vida”: além do desfecho final incrível dos personagens, o momento mais aguardado era, de fato, o primeiro beijo entre homens a ser exibido em um canal aberto. Claro, muitos duvidaram que este momento chegaria, mas chegou: a cena foi recebida com lágrimas, aplausos e muito sentimento por todos os telespectadores (claro, teve aqueles ‘conservadores’ que não gostaram).

Para a comunidade LGBT brasileira, é um marco na luta em busca de valorização, respeito e solidariedade, e isso foi demonstrado e selado com um beijo. Sim, um simples e singelo BEIJO, quem é a demonstração mais pura e sincera de amor e carinho que pode haver entre duas pessoas.

Demorou? Demorou, mas este foi apenas o pontapé inicial que mostra que o AMOR (principalmente nesta novela quem tem amor até nome) é capaz de chegar e de ser sentido por qualquer ser humano, seja ele autista, soropositivo, muçulmano (e qualquer outra nacionalidade/religião), obesos, inférteis (pessoas que não podem gerar filhos), idosos, idades e classes sociais diferentes e, claro, gays.

31 1 / 2014